No RJ, campanha começa com poucos candidatos nas ruas

Sem comícios e carreatas, eles recorreram à internet para se apresentar aos eleitores

Flávia Salme, iG Rio de Janeiro |

Apesar de liberada nas ruas e na internet, a campanha eleitoral no Rio de Janeiro começou sem a realização de comícios, carreatas e panfletagem dos dois principais candidatos ao governo do estado: Sérgio Cabral (PMDB) e Fernando Gabeira (PV). O verde está em Brasília, onde participa de votações na Câmara dos Deputados. Já o governador Sérgio Cabral, que busca a reeleição, limitou-se a estrear no Twitter.

Embora Cabral tenha escrito no microblog que o início da propaganda eleitoral seja “um dia especial”, sua assessoria informou que ele só “cumpriu agenda de governador”. Cerca de duas horas após a divulgação do Twitter da campanha, às 18h, o governador do Rio reunia mais de 220 seguidores.

Gabeira também usou o programa que permite divulgar pequenas mensagens de 140 caracteres para anunciar seu novo site. O verde, que está no Twitter há mais tempo que Cabral, acumula mais de 40.200 seguidores. Nesta terça-feira, ele aproveitou para acrescentar à imagem de seu microblog o número da campanha.

Dos seis candidatos em disputa pelo Palácio Guanabara, apenas Fernando Peregrino (PR) realizou comícios. Ao lado do ex-governador Anthony Garotinho, ele percorreu os municípios de Itaperuna, Natividade, São Fidélis e Campos dos Goytacazes ( noroeste fluminense ).

Jefferson Moura (PSOL), percorreu as ruas do centro da cidade. Ao lado da militância do partido, ele se apresentou aos eleitores na região conhecida como Buraco do Lume.

Cyro Garcia (PSTU) também não promoveu atividades no primeiro dia da campanha. Segundo seus assessores, ele concedeu entrevistas. Eduardo Sena (PCB) não foi localizado pelo iG . No site do partido também não foram encontradas informações.

À espera do CNPJ

De acordo com os advogados das legendas, os candidatos esperam a liberação do CNPJ para que possam começar a confeccionar o material gráfico de campanha, como cartazes, panfletos, santinhos, bandeiras e faixas. O registro é cobrado da Justiça Eleitoral para que os gastos sejam acompanhados.

Os coordenadores da campanha estimam que a documentação esteja concluída até o início da próxima semana, quando as ações de divulgação devem efetivamente começar.

A legislação eleitoral permite que placas e bonecos sejam instalados em vias publicas, entre 6h e 22h, desde que não comprometam a circulação de pessoas e veículos. Comícios e carreatas não podem ser realizados próximos a locais como clubes, cinemas e igrejas.

Estão proibidos outdoors, brindes, faixas e galhardetes em locais públicos como viadutos, pontos e passarelas.

Prazo para o registro termina nesta quarta-feira

A justiça eleitoral encerra nesta quarta-feira (7) o prazo para que os candidatos possam registrar suas candidaturas. São esperados 2.500 registros, mas o Ministério Público eleitoral estima que 20% sejam indeferidos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ).

Dos seis candidatos que disputam o governo do Rio de Janeiro, apenas Fernando Peregrino divulgou agenda nesta quarta: participa de reuniões com lideranças do PR. A assessoria de Gabeira informa que ele deve ficar em Brasília até quinta-feira (8). Já a de Cabral diz que não há nenhum evento de campanha programado. Os demais candidatos também não divulgaram os próximos compromissos.

    Leia tudo sobre: CabralGabeiraPeregrinocampanharegistrotre

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG