No rádio, Geddel diz que Wagner faz propaganda enganosa

Candidato do PMDB considera duvidoso 232 mil empregos criados em 2010 um número

Lucas Esteves, iG Bahia |

Em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira (23) à rádio CBN Salvador, Geddel Vieira Lima, candidato do PMDB ao governo da Bahia, acusou o principal adversário, Jaques Wagner (PT), de fazer propaganda enganosa de sua gestão, especialmente no que diz respeito à geração de empregos. Para o deputado federal, a informação do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de que a Bahia gerou 232 mil empregos este ano é explorada de maneira a enganar os eleitores.

Geddel alega que o esforço publicitário do governo não leva em conta o aquecimento da macroeconomia, que independe dos esforços do governo e que espontaneamente causa aumento de postos de trabalho. Além disso, Wagner estaria divulgando um resultado de 132 mil novas vagas criadas em Salvador que seria, na verdade, fruto do esforço da prefeitura. A gestão de João Henrique não por acaso, é do PMDB.
“Se a Bahia estivesse tão bem assim na geração de empregos, o que explicaria, por exemplo, o fato de que foram criados apenas 30 postos de trabalho em Itabuna no mês de julho?”, questionou. O município é um dos cinco mais importantes econômica e politicamente do Estado e um dos que mais sofre com a falta de vagas.

O peemedebista acredita também que o grande erro do governo é acreditar na assinatura de protocolos de intenção com empresas e fazer muito pouco para que elas de fato se instalem na Bahia. Um exemplo seria a chegada da montadora Toyota, que chegou a assinar protocolo e jamais construiu sua fábrica no Estado.

Em um virtual governo sob sua batuta, Vieira Lima garantiu que a prioridade será a de formar a mão de obra estadual, com convênios com instituições de ensino superior, para que setores como a construção civil, turismo e serviços sejam privilegiados e também estabelecer critérios claros para a atração de investimentos externos.

    Leia tudo sobre: eleições baGeddel Vieira Lima

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG