No Paraná, Dias prolonga suspense sobre candidatura

Senador do PDT mantém expectativas em alta após criticar presidente estadual do PSDB por ter anunciado aliança com Beto Richa

Francisco Camargo, iG Paraná |

Previsto para esta quarta-feira, 16, o anúncio da definição do senador Osmar Dias (PDT), optando pela coligação com o PSDB, acabou não ocorrendo, embora até uma entrevista coletiva, para o comunicado oficial, tenha entrado em pauta na assessoria tucana, na noite de terça-feira.

O clima, porém, continua de expectativa quanto à aliança, que levaria Osmar a abrir mão da candidatura ao governo do Paraná para buscar a reeleição na chapa de Beto Richa. Com a convenção marcada para sábado, o PSDB continua aguardando uma definição do pedetista.

Pela manhã, Dias criticou o deputado Valdir Rossoni, presidente estadual do PSDB, que disse ontem que o acordo com o senador pedetista estava fechado e seria anunciado após a partida do Brasil contra a Coreia do Norte na Copa do Mundo. "Ele (Rossoni) foi um imprudente, um irresponsável. Não preciso de ventríloquo para falar por mim. Quando tiver a definição, eu mesmo vou anunciar minha decisão", afirmou Dias.

Diante desse quadro, um assessor parlamentar do PMDB, partido também interessado na coligação com Osmar Dias, lembrava um comentário do deputado Waldyr Pugliesi, presidente estadual do partido, sobre as conversações que marcam o período de pré-candidaturas: “Em política pode acontecer de tudo, inclusive nada”.

* Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: Osmar DiasParanáValdir RossoniPDTPSDB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG