No Maranhão, reeleição de Roseana custou R$ 24,4 milhões

Valor é 15% superior à arrecadação de Sérgio Cabral (RJ) e seis vezes mais que gastos de adversários somados

Wilson Lima, iG Maranhão |

A campanha à reeleição de Roseana Sarney (PMDB) ao governo do Estado do Maranhão custou um total de R$ 24.430.687,76. Esse valor equivale a seis vezes os gastos de campanha de seus outros cinco adversários somados no Estado.

Lago gastou na campanha R$ 870 mil e Dino, R$ 3,1 milhão. Dos três principais candidatos ao governo do Estado do Maranhão, Roseana foi a única que não terminou a disputa com dívidas. Dino ainda detém um rombo de aproximadamente R$ 300 mil; Lago, de R$ 28 mil.

Em comparação com outras campanhas no sudeste do país, o montante investido por Roseana é 15% superior à arrecadação do também reeleito Sergio Cabral (PMDB), no Rio de Janeiro e 70% do gasto de Geraldo Alckimin (PSDB) em campanha para voltar ao governo do Estado de São Paulo. Cabral arrecadou R$ 20,6 milhões e o tucano aplicou R$ 34,4 milhões. Tomando como parâmetro o custo por voto, Roseana gastou R$ 16,7 para cada voto recebido. Ela venceu as eleições com 1,4 milhões de votos no Estado. Flávio Dino gastou R$ 3,6 por voto. Lago, R$ 1,52.

A maior parte dos recursos da campanha de Roseana vieram do fundo partidário do PMDB. Mas entre as pessoas que fizeram doações diretas para a peemedebista, está a própria Roseana, que aplicou R$ 100 mil na sua campanha.

A Suzano Papel e Celulose também foi outra das grandes financiadoras da campanha de Roseana, doando R$ 344 mil para a pemedebista. Assim como a Gerdau Comercial de Aços S/A, que cedeu R$ 200 mil à campanha.

    Leia tudo sobre: eleições magastosroseana sarneycampanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG