No Maranhão, Lago prega união de forças em prol de Serra

Em campanha pelo presidenciável, pedetista afirma que tucano representa oposição a Sarney no Estado

Wilson Lima, iG Maranhão |

Terceiro colocado na disputa para governador do último dia 3, o ex-governador Jackson Lago (PDT) afirmou neste final de semana, durante reunião com líderes do PSDB, que o presidenciável José Serra é “o anti-Sarney no Maranhão”. Ele convocou a oposição do Estado a fazer campanha contra a eleição da petista Dilma Rousseff e afirmou que a eleição do tucano seria uma forma de “equilibrar forças” no Maranhão. Essa afirmação foi feita pelo presidente estadual do PSDB, Roberto Rocha, na semana passada.

Apesar do discurso, a oposição ainda não tem uma agenda organizada de atividades políticas em favor de José Serra. No entanto, o comitê de campanha “O Povo é Maior”, de sustentação de Lago, não foi desmontado. A expectativa é que expoentes do PSDB no Estado, como o prefeito de São Luís, João Castelo e o de Imperatriz, Sebastião Madeira, façam campanha em suas cidades em favor de Serra. “Estamos entusiasmados e vamos fazer uma campanha vitoriosa com o envolvimento e a participação de todos nós”, falou Roberto Rocha, presidente da executiva estadual do PSDB no Maranhão.

“O comitê continua funcionando e a oposição do Maranhão é Serra”, complementou Jackson Lago. O ex-governador foi apenas o terceiro mais votado nas eleições de domingo passado com 19,54% dos votos válidos contra 50,08% dos votos de Roseana. Dilma teve, no Maranhão, 70,65% dos votos válidos contra 15,09% de José Serra. Apesar da baixa votação, Serra foi o único presidenciável que visitou o Maranhão durante o primeiro turno das eleições gerais de 2010.

    Leia tudo sobre: eleiçõeseleições maeleições serrapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG