No horário gratuito, oposição crê em virada na eleição baiana

Paulo Souto e Geddel Vieira Lima acham que têm chances de passar para o segundo turno junto com Jaques Wagner

Aura Henrique, iG Bahia |

Os candidatos ao governo da Bahia que fazem oposição a Jaques Wagner (PT) esperam que o recuo de Dilma nas últimas pesquisas possa alterar o cenário eleitoral nesta reta final de campanha. No último programa transmitido em rádio e TV, nesta quarta-feira (29), Paulo Souto (DEM) e Geddel Vieira Lima (PMDB) conclamaram a população para uma “virada”. Ambos acreditam que têm chances de passar com Wagner ao segundo turno.

“Vai virar. Vai virar. Eu não quero nem saber de pesquisa, meu irmão”, dizia o jingle do programa peemedebista. Geddel insinuou também que Jaques usa sua vantagem nas pesquisas para manipular a opinião popular. “Querem te dizer que as eleições já estão definidas”, afirma o próprio candidato, ao sugerir que votem nele para levá-lo ao segundo turno.

Souto carregou no tom e convidou o povo para votar nele para governador, evocando a “fé em Deus para virar”. Em seu programa, disse que a quatro dias do pleito, os eleitores vão se encontrar com “seu destino”, colocando nas mãos da população a responsabilidade de gerar mais segurança para o Estado.

    Leia tudo sobre: eleições bacampanhahorário gratuito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG