No ES, candidatos preveem gastos de R$ 10 milhões

Postulantes ao governo do estado deixam o registro de candidaturas para o prazo máximo permitido pela Justiça Eleitoral

Samia Mazzucco, iG Rio de Janeiro |

O deputado federal Luiz Paulo Vellozo (PSB) e o senador Renato Casagrande (PSDB), os dois principais candidatos ao governo do Espírito Santo, preveem gastar o mesmo valor em suas campanhas para as eleições de 3 de outubro: R$ 10 milhões.

Segundo suas assessorias, essa é a quantia que será apresentada pelos postulantes ao registrarem suas candidaturas no Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES) nesta segunda-feira (5). “É o teto máximo permitido”, disse Luiz Carlos Ciciliotti, presidente do PSB no estado.

Embora a campanha oficial esteja liberada a partir desta terça-feira (6), os candidatos não têm agenda prevista no estado até a quinta-feira (8). De acordo com as assessorias, ambos estarão em Brasília. Vellozo deve participar da votação da Emenda Simon (que trata da distribuição dos royalties do petróleo) na Câmara dos Deputados

A partir de quinta, o deputado deve seguir uma programação de caminhadas e visitas a comunidades da região metropolitana de Vitória. Já Casagrande deve dar continuidade às visitas ao interior do estado.

Jingles e programas de rádio e TV dos candidatos ainda estão em fase de produção. A proposta do programa de governo de Casagrande, no entanto, está “praticamente definida”, segundo sua assessoria, e depende apenas de ajustes da base aliada para ser divulgado até o fim desta semana.

As propostas de Vellozo já têm uma “base definida”, segundo César Vasquez, coordenador da campanha. “Temos um conjunto de propostas em 11 áreas. Agora vamos discutir com a coligação, divulgar na internet e aceitar sugestões, como se fosse uma atividade de campanha”, disse.

Até o início da tarde desta segunda-feira (5), nenhum candidato havia se inscrito no TRE-ES. Segundo a assessoria do Tribunal, a previsão é de que as candidaturas sejam consumadas no fim do dia, às 19h, prazo máximo dado pela Justiça Eleitoral.

Vices definidos

Seguindo a linha da coligação nacional, a coligação “Alternativa Democrática” escolheu como vice do tucano Vellozo o vereador Max da Mata, líder do DEM na Câmara Municipal. A escolha foi anunciada pelo deputado neste domingo (4).

No sábado (3), a coligação de Casagrande, “Juntos Para o Futuro”, que reúne 16 partidos, homologou a candidatura do deputado estadual Givaldo Vieira, do PT, a vice na chapa. Conforme o iG informou, o PT estava confiante com a escolha da legenda para o cargo.

    Leia tudo sobre: CasagrandeVellozogastoeleições ES

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG