¿Não se condena o DEM por postular a vice¿, afirma Alvaro Dias

Tucano, porém, declara que seu nome une o Paraná. Segundo ele, o Estado será decisivo na eleição presidencial

Adriano Ceolin, iG Brasília |

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) afirmou nesta segunda-feira que o DEM tem o direito de querer indicar o vice na chapa do tucano José Serra, candidato a presidente da República. No entanto, defendeu que seu nome irá unir o Paraná e fazer diferença na eleição.

“Trata-se de uma reivindicação legítima do DEM. Seria deplorável o contrário. Não se condena o DEM, como um partido importante com valores exponenciais na política do país, não postular uma posição como essa [vaga vice]. É democrático e legítimo que eles postulem a vice”, disse.

As declarações foram feitas em entrevista à rádio CBN de Curitiba. Alvaro Dias foi indicado candidato a vice na chapa de Serra na sexta-feira. O DEM, que reivindica o posto, vetou o nome do senador e ameaçou romper a aliança com os tucanos.

Em sua defesa, Alvaro afirmou que foi escolhido porque pode unir os políticos do Paraná em torno do seu nome. Irmão de Alvaro, o senador Osmar Dias (PDT-PR) abre mão de disputar o governo do Estado numa aliança com o PT para apoiar o PSDB.

“O Paraná tem peso. É um Estado importante. Tem mais de sete milhões e meio de eleitores. E pode ser decisivo e fazer a diferença”, afirmou Alvaro. “E o Paraná, unido, certamente, fará a diferença”, completou o senador.

Em seguida, Alvaro lembrou a aliança com o irmão. “Nós sempre estivemos juntos. Certamente Osmar estará conosco”, disse.  

    Leia tudo sobre: AlvaroDEMPSDBvice

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG