Na TV, Serra promete `grande parceria¿ com Alckmin

O PSDB manteve a fórmula de mostrar as faltas do principal adversário, Aloizio Mercadante, em votações no Senado

Ana Paula Prado, iG São Paulo |

O candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra, apareceu hoje no horário eleitoral do tucano, Geraldo Alckmin. Sorridente, Serra promete uma ‘grande parceria’ com Alckmin no comando do País e do Estado de São Paulo.

Agência Estado
Alckmin faz caminhada em Santana do Parnaíba
O embate entre os dois principais candidatos, Aloizio Mercadante e Geraldo Alckmin, marcou o horário eleitoral tanto na abertura como no encerramento do programa do PSDB. O partido fez questão de ressaltar as ausências de Aloizio Mercadante em duas sessões no Senado, nos dias 06 e 07 de julho de 2010, para a liberação de obras para o metrô paulista, além de destacar alguns projetos do partido em São Paulo na área educacional. Entre eles, a criação de escolas estaduais em tempo integral, centros de estudos de línguas e escola de formação de professores.

Mercadante, por sua vez, apareceu novamente no horário dedicado aos candidatos a deputado estadual pelo partido pedindo votos para a legenda. O candidato, que reprisou programa com obras realizadas durante sua gestão, falou em nome dos deputados do PT dizendo que eles desaprovam a “progressão continuada” nas escolas estaduais. Uma de suas bandeiras é acabar com a atual metodologia de aprovação no ensino público. Em outras versões do programa, Mercadante chegou a perder tempo em seu horário político por usar o espaço dedicado aos candidatos a deputado estadual para fazer críticas veladas ao governo do Estado.

Criticando o assistencialismo em políticas sociais, Fabio Feldmann, do PV, prometeu investir em emprego, empreendedorismo e capacitação, se eleito.

Senado
Beneficiado pelo apoio de Orestes Quércia, o tucano Aloysio Nunes aproveitou o seu programa eleitoral para comunicar o eleitor e agradecer o apoio e os votos do parlamentar. Nunes contou também com a presença e o pedido de votos do presidenciável José Serra. Com a oportunidade, Serra citou suas obras à frente da Prefeitura e do Governo de SP que, segundo ele, foram bem aprovadas pela população paulistana.

Marta Suplicy (PT) e Netinho de Paula (PCdoB) explorarm o apoio de Lula ao mostrar imagens do comício realizado em 04 de setembro em Guarulhos, grande São Paulo. O PIB (Produto Interno Bruto) foi o principal mote usado por Ricardo Young (PV) para criticar o desenvolvimento social. O candidato prega que a “qualidade de vida deve balizar o desenvolvimento”.

    Leia tudo sobre: Eleições SPpropaganda eleitoral

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG