Na TV, Serra promete continuar programas e Dilma fala do pré-sal

Tucano fala ainda de 13º para o Bolsa Família e petista aproveita para mostrar pesquisa que lhe confere dianteira de 14 pontos

Daniela Almeida, iG São Paulo |

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra , prometeu em seu programa eleitoral gratuito desta noite continuar feitos do governo do presidente Luiz Inácio Lula caso eleito. O candidato pontuou projetos petistas como o Bolsa Família, para o qual prometeu a criação do 13º e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). “Se é do interesse do povo, então, não importa de onde veio a ideia”, disse Serra.

Apesar do afago, logo as propostas tucanas deram lugar às críticas aos petistas. “Algumas coisas não podem continuar”, interrompeu Serra. O candidato citou os últimos episódios envolvendo o governo, como os casos envolvendo a Casa Civil, os Correios, a Eletrobrás. Serra apontou também a invasão de terra como um problema do atual governo – o candidato tem forte apoio na bancada ruralista.

Já o programa petista voltou a usar o tema privatização, o que o PT aponta como marca do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), para criticar o candidato tucano. Os benefícios gerados pela descoberta do pré-sal foram trampolim para a crítica. “Esta riqueza não vai ser privatizada, nem ficar nas mãos de poucos”, afirmou a candidata Dilma Rousseff .

Além de continuar apostando no apoio declarado por artistas como Chico Buarque e Gilberto Gil, o programa da candidata petista destacou os resultados da pesquisa Vox Populi, no qual Dilma obteve 14 pontos de vantagem sobre Serra contando os votos válidos. Com relação aos votos absolutos, a vantagem de Dilma na pesquisa é de 12 pontos.


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG