Na TV, Serra baixa tom e não faz menção a escândalos

Um dia depois do Datafolha, tucano baixa o tom no programa eleitoral gratuito. Dilma reforça currículo e propostas

Daniela Almeida, iG São Paulo |

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, José Serra , deu uma pausa às críticas direcionadas ao PT no programa eleitoral gratuito desta tarde para pedir o voto do eleitorado feminino. O tom mais ameno foi adotado um dia depois da divulgação da pesquisa Datafolha, em que o candidato subiu um ponto nas intenções de voto, enquanto sua adversária, Dilma Rousseff (PT), caiu dois pontos.

O horário reservado ao tucano listou feitos de Serra, enquanto o candidato ocupou cargos públicos, e mostrou promessas, sempre relacionando os fatos às mulheres. Logo depois de anunciar que Serra foi o governador que fez mais investimentos no metrô paulista, foi mostrada uma personagem operadora de trens.

Ao abordar o tema da Educação, Serra falou diretamente às eleitoras. “Para as moças de todo o Brasil, fica aqui o meu recado: nós vamos turbinar o ensino técnico.” Depois, ao falar de moradia, o candidato afirmou que ninguém tem uma relação tão afetiva com habitação como as mulheres e prometeu investimentos. O programa foi encerrado com imagens do discurso feito pelo candidato a prefeitos tucanos de todo o Estado, no qual Serra se emociona ao citar o Hino Nacional.

Mais focado em feitos do governo Lula, o programa de Dilma voltou a elencar números e realizações como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), no Rio de Janeiro.

Um personagem emocionado deu seu depoimento sobre o benefício do Bolsa Família, principal bandeira do governo petista na área social. “É um direito que eu tenho para alavancar minha vida.” Para mostrar a necessidade de continuar programas como este, a fala do personagem é encerrada com um pedido. “Eu gostaria que continuasse isso”.

Em mais uma tentativa pelo segundo turno, a candidata do PV, Marina Silva , voltou a reforçar seus resultados nas pesquisas eleitorais. Um locutor destacou que Marina é quem mais cresce nos levantamentos. De acordo com o resultado do último Datafolha, Marina saiu de 11% para 13%.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG