Na TV: candidatos deixam críticas para personagens

Campanha petista usa Lula para alavancar votos; Serra foca em Educação e Saúde

iG São Paulo |

A troca de críticas entre os candidatos à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), sobrou para os personagens durante o programa eleitoral gratuito desta noite. Enquanto o tucano enumerou propostas na Educação e Saúde, a campanha petista recorreu ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva para alavancar votos para Dilma.

Serra abriu o horário reservado à sua candidatura com uma comparação velada entre Dilma e o ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTB-AL), eleito como um jovem político e, depois, deposto do cargo pressionado por um processo de impeachment.

“Este foi o último presidente desconhecido que o Brasil elegeu. O estrago foi tão grande, que precisou desse pra trazer decência”, diz o locutor ao mostrar uma foto de Collor e, na sequência, uma de Itamar Franco (PPS). “Agora pro Brasil avançar tem que ser alguém já testado, com ficha limpa e que já fez muito pelo Brasil. Serra presidente”, defende a voz.

Ao tucano ficou a tarefa de listar propostas na Saúde e Educação. Ao final do programa, uma senhora simula uma conversa com a candidata Dilma e aborda os episódios recentes envolvendo a Casa Civil. “Dilma, cá entre nós, de mulher pra mulher. Tem coisa que a gente não pode deixar pra lá, concorda?”, questiona a personagem tucana. “Pois é, esse caso da Erenice (Guerra, a ex-ministra da Casa Civil), que coisa mais mal parada, não é?! Vocês eram tão amigas.”, afirma.

No programa petista, uma comparação entre os governos Lula e FHC. “Nos tempos de FHC e Serra era a assim”, anuncia um locutor. “Carro? Coisa de rico. Desemprego? Coisa de pobre. Carne na mesa? Coisa de rico. Arroz, feijão? Coisa de pobre”, enumera um ator. “Para eles, apenas os ricos pareciam ter o direito de ser feliz”, afirma, ao final.

A outros personagens petistas ficou o papel de fazer críticas ao adversário tucano ou de rebater as acusações feitas a Dilma sobre sua posição em questões como o aborto, por exemplo. “Com o Serra a gente teve uma experiência muito ruim”, diz um homem. “Ela é a favor da vida”, ressalta uma senhora.

O presidente Lula encerrou o horário petista com uma entrevista à presidenciável. Nas cenas, Lula afirma que Dilma é a candidata mais experiente por ter participado de seu governo durante oito anos e pergunta a ela qual a grande proposta para o futuro do país. A petista reforça a idéia de que representará a continuidade do atual governo, um dos mais bem avaliados da história brasileira e promete erradicar a pobreza no País.

    Leia tudo sobre: Eleições SerraPleito 2010Eleições Dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG