Na plateia de Dilma, aliados torceram por "empate" no debate

Na plateia, aliados de Dilma têm alguns momentos de tensão quando a petista discutiu com o mediador William Bonner

Andreia Sadi, enviada ao Rio de Janeiro |

nullEntre os políticos acompanhando Dilma Rousseff (PT) na noite desta sexta-feira no debate da Rede Globo, somente José Eduardo Dutra e Antonio Pallocci estão próximos da candidata. Já o deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), um dos principais colaboradores da presidenciável, permanceu na plateia junto aos demais convidados, assim como o deputado Michel Temer (PMDB-SP), candidato a vice na chapa da petista, que no primeiro intervalo comercial fez críticas ao formato do programa.

“O formato do debate não favorece o confronto entre os dois candidatos”, afirmou Temer, ponderando, não obstante, que houve embate em questões como segurança pública e, principalmente, corrupção. Perguntado se a candidata poderia ganhar o debate, respondeu com bom humor: “se empatar, já está bom”. O governador reeleito de Sergipe, Marcelo Deda (PT) concordou com Temer: “Precisamos só empatar, jogar pelo empate. José Serra é que precisava ter tido uma performance muito diferente para convencer indecisos.”

Outro que estava na plateia era o ator José de Abreu, que recentemente ganhou destaque no noticiário devido à enfática campanha pró-Dilma que empreendeu no microblog Twitter. O ator aproximou-se de Cid Gomes (PSB), governador reeleito do Ceará, e queixou-se da ausência do deputado Ciro Gomes (PSB-CE), irmão deste.

“O Ciro está trabalhando por Dilma”, disse Cid, com entusiasmo. Um momento de tensão foi quando Dilma se desentendeu um pouco com o mediador William Bonner, por causa do cronômetro que marca o tempo das respostas. Na plateia, Deda e Cid ficaram visivelmente preocupados e chegaram a gritar "Calma, Dilma".

Ao sair do estúdio do debate, Dilma recebeu um celular e falou com o presidente Lula. Em seguida, passou para João Santana, seu marqueteiro. Comentaram o debate e João disse: "Então tá presidente, foi show de bola. Falamos amanhã então".

    Leia tudo sobre: eleiçõeseleições dilmapleito 2010debate

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG