Na festa do PCdoB para Dilma, Alencar rouba a cena

Partido faz convenção para a candidata do PT à Presidência, que está na Europa. O presidente Lula mandou o vice para representá-lo

Andréia Sadi, iG Brasília |

A ex-ministra Dilma Rousseff recebeu o apoio do PCdoB nesta quarta-feira, durante convenção do partido em Brasília. Em viagem pela Europa, a candidata do PT à Presidência mandou o presidente do partido, José Eduardo Dutra, para representá-la. No lugar do presidente Lula, o vice-presidente, José Alencar, prestigiou o evento e roubou a cena.

AE
Vice-presidente José Alencar em convenção do PC do B
Muito bem-humorado, Alencar foi abordado no começo do evento para fotografias e abraços de militantes do partido. Quando foi chamado ao palco, o vice foi o único dos convidados da mesa a ser aplaudido de pé pelos presentes.

Ao discursar, Alencar elogiou a fala do presidente do PCdoB, Renato Rabelo, anterior à sua, e contou porque o seu partido, o PRB, se aliou ao PT do presidente Lula e o PCdoB. "Eles possuem alguma coisa que me deixam muito à vontade quando estou com eles. Eles possuem sentimento nacional", disse. O vice-presidente foi aplaudido por diversas vezes enquanto se dirigia aos presentes.

Alencar defendeu que Dilma seja "brava", porque, segundo ele, a ex-ministra é "brava pelo que acredita".  " E ela também é de esquerda. Não precisa se esforçar para dizer que é de esquerda, como eu, que sou empresário. Mas eu já disse aqui porque prefiro os partidos de esquerda", brincou o vice.

Sem Dilma, a organização do evento garantiu a sua “presença” via a exibição , em um telão, de trechos da participação da candidata no ato de apoio do partido em maio. O ministro do Esporte, Orlando Silva, também se ausentou.

O presidente do PCdoB minimizou a ausência de Dilma e disse que o tour pela Europa, onde a petista marcou encontro com líderes, é “importante”. Em seu discurso, Dutra fez críticas ao discurso de “pós-Lula” por parte da oposição. “Eles não têm projeto para o País. Mas esta vai ser uma eleição muito dura”, afirmou.

Além de Alencar e Dutra, a convenção contou com a presença dos recém- filiados ao partido. O vereador e cantor Netinho de Paula, candidato a uma vaga de senador pelo partido em São Paulo, o delegado federal Protógenes Queiroz, que comandou a primeira fase da Operação Satiagraha, da Polícia Federal, estiveram no evento. O delegado também será candidato na eleição de outubro, mas busca uma vaga na Câmara dos Deputados.

Esta é a segunda convenção na semana de um partido da base aliada do governo Lula que confirma apoio à candidatura de Dilma. Na segunda-feira, foi a vez do PSB, que também não contou com a presença da petista.

Greve no Maranhão

O presidente do PCdoB saudou o deputado federal Flávio Dino, candidato ao governo do Maranhão, e defendeu o direito do partido de disputar uma eleição estadual. Sem falar da greve de fome de petistas em protesto pelo apoio do PT a Roseana Sarney no Estado, Renato disse que o partido apoia o PT em "quase todos os Estados" e que a presença de Dino na disputa é legítima. "Mas nunca perdemos de vista o objetivo maior que é eleger Dilma Rousseff', ponderou.

    Leia tudo sobre: José AlencarPCdoBDilma Rousseff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG