Mulher de Gaguim nega separação

Primeira-dama do Tocantins, Rose Amorim, diz em discurso que separação ¿é uma grande mentira¿

Menezes y Morais, iG Brasília |

A primeira-dama do Estado do Tocantins, Rose Amorim, desmentiu durante comício realizado ontem à noite em Araguaína, que o seu casamento com o governador Carlos Gaguim (POMDB), candidato à reeleição, tenha acabo. Rose afirmou que tudo não passa de uma “grande mentira,” conforme nota divulgada na manhã de hoje pela assessoria do candidato.

“Estão dizendo por aí que eu me separei de Gaguim. É uma grande mentira. Como esposa posso falar, como ninguém, da sua honestidade e da sua fidelidade a mim e à nossa família. Gaguim trabalha 24 horas por dia, é um incansável. E vocês podem ter a certeza que ele quer o melhor para o nosso Estado,” teria dito a primeira-dama, para um público de 20 mil pessoas, de acordo com a assessoria de Gaguim.

A nota acrescenta que Gaguim – acompanhado dos candidatos majoritários da coligação “Força do Povo” – discursou após a primeira-dama. Mas não teria feito referência ao seu suposto envolvimento  com uma quadrilha que fraudava licitações. Coube a sua colega de chapa, a ex-prefeita Valderez Castelo Branco, falar indiretamente sobre o assunto, criticando a revista Veja.

Ministério Público

Gaguim foi denunciado pelo Ministério Público Estadual de São Paulo, que acionou a Polícia Federal (PF) para investigar. O escândalo foi divulgado em primeira mão pelo jornal O Estado de S. Paulo . Conforme as denúncias, Gaguim teria inclusive se relacionado com uma garota de programa num hotel paulista, cujas despesas teriam sido pagas pela quadrilha de lobistas.

De acordo com sua assessoria, Gaguim aproveitou para afirmar que "ganhará a eleição sem comprar voto. Eu poderia usar o dinheiro público para comprar voto e pesquisa, mas não preciso fazer isso. A minha campanha é limpa. Não vou comprar pesquisa como o outro está fazendo. Querem prejudicar o Gaguim, podem me prejudicar. Mas não quero que prejudiquem o Tocantins, isso eu não vou aceitar.”

Gaguim teria ainda no discurso de ontem a noite que “Araguaína receberá grandes investimentos na infraestrutura, que será fundamental, pois essa cidade será o principal polo de desenvolvimento do Tocantins e vamos prepara Araguaína para isso,” prometeu o peemedebista.

Veja

Gaguim não falou sobre as denúncias do MPE-SP. Coube a ex-prefeita de Araguaína e candidata a vice-governadora de sua chapa, Valderez Castelo Branco, “alertar ao público” – expressão usada pela nota da assessoria do governador – “que os adversários usam da calúnia para tentar desestabilizar o governo”.

Valderez teria dito em discurso: “Eles pegam a matéria que saiu na Veja e panfletam por aí como se fosse verdade. Mas não mostram a matéria em que aparece Araguaína entre as 20 melhores cidades do Brasil. Vamos ganhar sem comprar voto. O voto não tem preço e não precisamos pagar por ele, pois as nossas propostas são as melhores.”

    Leia tudo sobre: eleições togaguim to. mpe sppf spcorrupçãofraude

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG