Muita gente tentou vender a Petrobras, afirma Lula

Presidente visita refinaria no Vale do Paraíba e afirma que investimentos resgataram a empresa após décadas de estagnação

Alessandra Oggioni, enviada a São José dos Campos |

Agência Estado
Lula visita refinaria no Vale do Paraíba
Após comparecer à inauguração das unidades de coque e hidrotratamento de diesel da Refinaria Henrique Lage (Revap), em São José dos Campos (SP), no Vale do Paraíba, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que, durante a sua gestão, o valor patrimonial da Petrobras subiu de US$ 15 bilhões para US$ 220 bilhões.

Sem citar nomes, o presidente aproveitou a ocasião para alfinetar adversários tucanos. "Essa empresa, que muita gente tentou vender, essa empresa que muitos editoriais diziam que o Brasil não tinha que se meter a procurar petróleo, essa empresa chega em 2010 como a segunda maior empresa de petróleo do mundo", disse.

Lula afirmou ainda que, em seu governo, foram injetados US$ 23 bilhões na modernização de refinarias da Petrobras, algo que, segundo ele, não acontecia há 30 anos. Ele defendeu também que o pré-sal foi um dos grandes resultados dos aportes em pesquisas e desenvolvimento feitos pela estatal.

Bastante aplaudido pela plateia, que algumas vezes gritou o nome da candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT), Lula interrompeu a manifestação e disse que aquele era um “ato institucional” e que não poderia fazer campanha. “Daqui a 74, 75 dias estarei deixando o governo com a sensação de dever cumprido”, finalizou.

A modernização da Revap foi iniciada em 2006 e recebeu investimentos de US$ 3,5 bilhões, sendo parte dessa verba por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O objetivo é proporcionar a produção de combustíveis mais limpos, a redução de importações de derivados, a ampliação das exportações de gasolina e da arrecadação de impostos.

A refinaria responde por 14% da produção de derivados de petróleo no País, processando 252 barris de petróleo por dia. Seus principais produtos são querosene de aviação, gasolina, gás de cozinha, óleo diesel, nafta petroquímica, óleo combustível, asfalto e propeno.

Compareceram à inauguração o presidente da empresa, José Sergio Gabrielli de Azevedo, o ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmerman, e o senador Eduardo Suplicy (PT-SP).


    Leia tudo sobre: eleiçõeseleições dilmapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG