MPE do Acre pede cassação de casal de deputados

Ministério Público ajuíza ação no TRE contra Antônia Lúcia e o marido Silas Câmara, eleitos pelo PSC

Menezes y Morais, iG Brasília |

A Justiça Eleitoral do Acre (AC) fecha o cerco contra a deputada federal eleita Antônia Lúcia (PSC) e seu marido, Silas Câmara (PSC), candidato eleito a deputado federal pelo Estado do Amazonas (AM). Eles são acusados de abuso de poder econômico. A relatora do processo é a desembargadora Eva Evangelista.

Neste sentido, o Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) recebeu uma segunda Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) impetrada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE-AC). A AIJE pede ao TRE a declaração de inelegibilidade e a cassação do registro ou diploma dos deputados eleitos.

Crimes eleitorais

O MPE informa na representação que o casal praticou crimes eleitorais. Por meio da quebra judicial do sigilo telefônico dos acusados, a Polícia Federal (PF) “apreendeu quase R$ 500 mil não declarados à Justiça Eleitoral, que teriam sido repassados” por Silas Câmara a então candidata Antônia Lúcia.

Conforme o MPE, o dinheiro de origem duvidosa seria utilizado para o financiamento de “caixa dois” na campanha eleitoral no Acre. O MPE informou ainda ao TRE que a deputada eleita pelo Partido Social Cristã também praticou o “uso indevido de meio de comunicação social e compra de votos.”

Listas de eleitores

A AIJE informa ainda ao TRE que a PF constatou também por meio de escuta telefônica que “a colaboradores da candidatura de Antônia Lúcia, dentre os quais pastores de vários Templos e Igrejas evangélicas de Rio Branco (AC), agiram no sentido de elaborar listas de eleitores.”

Esses supostos eleitores seriam destinatários do dinheiro apreendido pela PF, conforme o MPE, através do “núcleo de apoio a candidata, que se encarregaria de obter bens para quem necessitasse.” Esta é a segunda AIJE ajuizada pelo MPE contra Antônia Lúcia. Na primeira, o MPE acusa a candidata de distribuir combustível em troca de votos.

    Leia tudo sobre: eleições acmpe actre acantônia lúcia accaixa dois

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG