Em entrevista à revista, o candidato disse que não tem nenhum patrimônio em seu nome e que tudo foi transferido para terceiros

selo

A Promotoria da 1ª Zona Eleitoral da Capital denunciou à Justiça, por falsidade ideológica, o candidato a deputado federal pelo Partido da República Francisco Everardo Oliveira Silva, conhecido como Tiririca. Em entrevista concedida a uma revista semanal, o candidato disse que não tem nenhum bem ou patrimônio em seu nome pessoal e que tudo foi transferido para nome de terceiros.

Os motivos seriam ações trabalhistas e de alimentos e partilha de bens movidos por sua ex-esposa. Também foi requerida a quebra de sigilo fiscal e bancário do candidato e cópias de processos contra ele que tramitam em segredo de Justiça no Estado do Ceará.

Se as eleições fossem hoje, Tiririca conseguiria uma vaga na Câmara dos Deputados, constata pesquisa Datafolha divulgada no domingo. Segundo o levantamento, Tiririca, do PR, teria 3% dos votos em São Paulo e alcançaria 900 mil votos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.