Segundo pedido do PT, as ligações dizem que Dilma é a favor do aborto e é corrupta; cabe recurso

A ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Nancy Andrighi pediu a suspensão de telemarketing feito pela empresa Transit Telecom do Brasil em favor do candidato à Presidência da República José Serra (PSDB).

Segundo o pedido de suspensão, feito pela coligação da petista Dilma Rousseff (PT), as ligações falavam de "temas relacionados ao aborto e o caso Erenice Guerra, informando que a candidata Dilma Rousseff é a favor de que mulheres façam aborto, que é corrupta e chefe de quadrilha".

A legislação eleitoral não trata de telemarketing e ligações feitas pelos candidatos. Na decisão proferida nesta quinta-feira, a juíza afirma que, mesmo sem legislação sobre o assunto, a “matéria (é) ofensiva e (...) trisca nos limites proibidos pela propaganda eleitoral”. A juíza também pediu o envio de gravações das mensagens veiculadas para o Tribunal. Como a decisão é liminar, cabe recurso no próprio TSE.

Em nota enviada nesta sexta-feira, a Transit Telecom afirma que “a responsabilidade total pelo conteúdo de mensagens veiculadas é de quem toma o serviço, e não de quem fornece o meio de acesso”. A empresa, por meio de sua assessoria, também afirmou que “não foi contratada, não teve conhecimento e não compactua com qualquer atividade difamatória, praticada por quem quer que seja”.

Twitter

No microblog Twitter, os internautas postaram várias mensagens reclamando sobre as ligações. “Hj fui ‘premiada’ c/o telemarketing do mal. Alô, alô, @SoninhaFrancine, pra eleger o Serra precisa esculhambar a Dilma?”, disse a internauta Rita Machado, de São Paulo, em sua página, em referência à coordenadora da campanha online de Serra.

“Boa noite. Recebi hoje duas ligações do telemarketing que fala mal da Dilma, tenho os números... Para quem eu passo???”, questionou Marcelo Camara, do Rio de Janeiro. O internauta de Fortaleza, Ceará, George Baracho afirmou que vai mudar seu voto nas urnas, depois de ter atendido o contato. “Recebi uma ligação de telemarketing falando mal da Dilma. Antes votava nulo, agora é Dilma 13.”



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.