Site "Gente que Mente", que traz críticas à pré-candidata Dilma Rousseff, é alvo de representação do Ministério Público Eleitoral

O Ministério Público Eleitoral (MPE) apresentou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma representação contra um site do PSDB intitulado “Gente que mente”. Alegando que a página de internet traz críticas à pré-candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff, a vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, pede a aplicação de multa de R$ 25 mil por propaganda eleitoral negativa.

Na representação, Cureau diz que os comentários de leitores na página de internet, que são moderados, demonstram “a existência de notória propaganda eleitoral antecipada negativa em desfavor de Dilma Rousseff e positiva em favor de José Serra”. De acordo com a Lei, a propaganda, mesmo que negativa, só pode ser feita a partir do dia seis de julho.

“Na hipótese em exame, as passagens transcritas [comentários] possuem evidente conotação eleitoral, já que há menção expressa às eleições de 2010, pedido de voto e comparação entre governos, demonstrando o claro propósito de prejudicar a pré-candidata Dilma Rousseff e beneficiar o pré-candidato José Serra na disputa eleitoral, bem como a potencialidade para influenciar a vontade do eleitor que acessa o sítio”, diz a representação.

Além da multa, o MPE pede que o PSDB não publique novos comentários que possam ser caracterizados como propaganda negativa a suspenção do site por 24 horas. O relator do caso no TSE é o ministro Henrique Neves.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.