Substituições não prejudicam votação nas 853 cidades mineiras. Apenas uma eleitora foi detida por provocar tumulto antes do início

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) divulgou que das 43.851 urnas eletrônicas instaladas nos 853 municípios mineiros foram substituídas 122 até às 12h deste domingo (31). O número representa cerca de 1,5% das urnas utilizadas no estado. Em nenhuma zona eleitoral foi necessária a troca das urnas eletrônicas por votação manual. A votação ocorre normalmente em todas as regiões.

Em Belo Horizonte, 10 urnas foram substituídas por problemas técnicos. No primeiro turno da eleição, em 3 de outubro, o estado registrou a troca de 120 urnas, que representava menos de 1,5% do total.

Foi registrada apenas uma ocorrência policial. Na cidade de Araguari, no Triângulo Mineiro, a 600 quilômetros de Belo Horizonte, uma eleitora foi presa por provocar tumulto por querer votar antes do horário do início da votação. A eleitora foi levada a uma delegacia da Polícia Civil, mas foi liberada em seguida.

Em Minas Gerais, o TRE espera iniciar a divulgação dos primeiros resultado da votação a partir das 19h, uma hora mais tarde do que no primeiro turno, devido à implantação do horário de verão, que vai fazer com que a votação no Acre seja encerrada duas horas depois de Brasília.

No primeiro turno das eleições em Minas, a totalização foi encerrada às 2h16m, com dados da cidade de Mato Verde. Belo Horizonte encerrou a totalização às 23h25. O município de Itanhandu foi o primeiro a transmitir dados, às 17h05, e o primeiro a encerrar a totalização foi Itamogi, às 17h36.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.