Minas: campanha de porta em porta da chapa tucana ignora Serra

Militantes pagos afirmam que não foram orientados a falar sobre o presidenciável tucano durante visitas a residências

Nara Alves, enviada a Minas Gerais |

Os militantes contratados pela campanha da chapa tucana em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, passaram por um treinamento para desempenhar a função de visitadores. Eles têm o papel de divulgar os candidatos nas residências, de porta em porta. Segundo um grupo de visitadores que esteve hoje no centro da cidade para recepcionar José Serra, não há até o momento orientação por parte da campanha para o nome do presidenciável tucano seja citado.

“Vamos falar sobre quatro candidatos: Aécio (Neves, candidato ao Senado), Itamar (Franco, candidato ao Senado), Anastasia (candidato ao governo) e Jorge Romão (candidato a deputado estadual). Romão foi o anfitrião de Serra na visita ao município.

Além dos visitadores, a campanha tucana depende em grande parte do apoio político dos prefeitos. Segundo um vereador do PSDB da cidade de Capinópolis, uma parte das lideranças da coligação tucana apóia a presidenciável petista Dilma Rousseff. É o caso da prefeita de Capinópolis, Dinair Isaac, do DEM. Embora seu partido esteja coligado formalmente ao PSDB, Dinaí apoia a petista. Segundo o vereador, “a prefeita está com Dilma porque ela quer estar ao lado de quem ela acha que vai ganhar”.

Para Aécio Neves, é preciso consolidar o apoio de eleitores e prefeitos em torno de toda a chapa tucana. “Temos um time, não é bom balançar de um lado para outro de acordo com as circunstâncias”, afirmou. Anastasia também aproveitou a ocasião para afagar os prefeitos mineiros. “Não teríamos tido êxito no governo de Minas sem o apoio dos prefeitos de Minas Gerais”, disse. Até o presidenciável tucano engrossou o coro e disse que, se eleito, será “o mais prefeito dos presidentes da República”.

    Leia tudo sobre: eleiçõesminas geraisserra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG