Mercadante perde espaço no horário político de hoje

Decisão partiu do TRE, que entendeu que candidatos a deputado pelo PT usavam espaço para atacar governo do Estado

Ana Paula Prado, iG São Paulo |

O programa do candidato do PT ao governo de São Paulo, Aloízio Mercadante, ficará no total 2 minutos e 31  segundos fora do ar em cada apresentação do horário eleitoral na TV de hoje. A decisão partiu do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), que entendeu que houve “desvio de foco, ou seja, prevaleceu mensagem relativa à eleição para governador” durante o horário dos candidatos do partido a uma vaga de deputado estadual.

No restante do tempo, Mercadante aparece falando de sua relação com o presidente Lula e dos projetos do governo federal que ajudou a aprovar como Senador eleito em 2002 pelo Estado de São Paulo, tais como o Bolsa Família, Luz para Todos e o novo salário mínimo. Seus depoimentos continuam sendo intercalados por declarações do presidente Lula favoráveis à sua candidatura.

Geraldo Alckmin destacou projetos educacionais de seu partido realizados durante gestões do PSDB, tais como as Etec’s (Escolas Técnicas Estaduais) e Fatec’s (Faculdades de Tecnologia). O candidato aparece em canteiros de obras de novas unidades de Etec’s e Fatec’s para legitimar que esses projetos estão sendo ampliados e terão continuidade em seu governo.

O programa eleitoral de Geraldo Alckmin mostrou também outros projetos do PSDB em São Paulo na área da saúde (Dose Certa, Ambulatórios Médicos de Especialidades – AME) e também o Poupatempo, que através de 23 unidades em todo o Estado agiliza a obtenção de documentos por parte da população.

O PV, Partido Verde, destacou que São Paulo é o Estado líder da Nação. O candidato Fábio Feldmann aparece declarando que quer fortalecer esse conceito, se eleito. Já Celso Russomano, do PP, apareceu conversando com populares sobre os problemas da saúde do Estado e Paulo Skaff (PSB) continua reclamando da falta de tempo na TV para mostrar suas propostas.

Senadores
O candidato do PSDB ao Senado, Aloysio Nunes, contou hoje com o depoimento do ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), pedindo votos para sua candidatura. Aécio soma-se ao nome do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso  como um dos apoiadores de Aloysio no horário político.

Marta Suplicy (PT) continua veiculando depoimento de seu ex-marido, o senador Eduardo Suplicy, também do PT, a favor de sua candidatura. E Ricardo Young (PV) também reprisou peça em que destaca  ser preciso prevenir catástrofes como as enchentes de Alagoas e Pernambuco, ocorridas neste ano, para evitar gastos abusivos com medidas emergenciais.

    Leia tudo sobre: eleições spmercadantehorário gratuito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG