Mercadante arrecadou menos de 2% do previsto para a campanha

Doações para o petista somam R$ 840 mil; tucano Geraldo Alckmin ainda não divulgou valor de verba angariada

Matheus Pichonelli e Piero Locatelli, iG São Paulo |

A coordenação da campanha de Aloizio Mercadante (PT) ao governo de São Paulo informou, nesta terça-feira, que arrecadou apenas 1,8 % dos recursos que pretende angariar até as eleições de outubro. Quase um mês após o início oficial da campanha, as doações para o petista somam R$ 840 mil. A previsão até o final da campanha é receber R$ 46 milhões. Já os gastos assumidos pelo candidato até o momento somam R$ 12 milhões.

O candidato tucano, Geraldo Alckmin, não divulgou seus gastos. A assessoria do candidato disse que não há previsão de quando será feita a publicidade da arrecadação. A previsão total de gastos do comitê tucano é de R$ 58 milhões.

O TRE-SP (Tribunal Superior Eleitoral) deverá divulgar na próxima sexta-feira o detalhe das prestações de contas entregues nesta terça-feira. Elas devem conter as dívidas adquiridas e também o total das doações recebidas, sem especificar quem foram os doadores.

No início da campanha, Mercadante havia afirmado que neste ano os empresários estariam dispostos a doar para a candidatura petista porque aprovavam o desempenho do governo Lula.Uma das estratégias das campanhas, tanto de Mercadante quanto de Alckmin, era contar com doações online por meio do site oficial das campanhas. Até agora, a ferramenta não foi disponibilizada nas páginas eletrônicas.

    Leia tudo sobre: AlckminMercadanteArrecadaçãoTRE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG