Mercadante aposta em horário eleitoral para ganhar votos

Petista aposta no início da propaganda eleitoral gratuita para manter tendência de crescimento de sua candidatura

Agência Estado |

selo

O candidato do PT ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante, aposta no início da propaganda eleitoral gratuita para manter o que considera uma tendência de crescimento de sua candidatura.

Futura Press
O candidato ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante em seminário em SP
Na pesquisa Datafolha divulgada hoje, Mercadante aparece com 16% das intenções de voto contra 49 de Geraldo Alckmin (PSDB). Segundo o levantamento, o tucano venceria no primeiro turno se o pleito fosse neste sábado.

Mercadante, no entanto, mostrou-se otimista com o resultado. "Estamos saindo da Copa. A campanha começou ha três semanas e não há espaço nos veículos de comunicação para a campanha estadual. Nem há clima de campanha nas ruas. Mesmo assim, nós começamos a subir e ele (Alckmin) a cair", disse o candidato, comparando dados da pesquisa Datafolha de março com a divulgada hoje. Em março, segundo o levantamento, Alckmin tinha 52% das intenções e Mercadante, 13%.

"Crescemos três pontos, o que significa um milhão de votos. E isso graças apenas à militância nas ruas", afirmou.

O candidato disse perceber a tendência de alta de sua candidatura na receptividade e acolhida do público, que se devem ao êxito do governo Luiz Inácio Lula da Silva e ao entusiasmo da militância.

A população, disse Mercadante, demonstra cansaço após 16 anos de PSDB em São Paulo. "Tudo aponta para um sentimento de mudança", destacou.

    Leia tudo sobre: Aloisio MercadantePTcampanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG