Marina usa bordões emprestados durante discurso

Na onda dos slogans, ela citou a frase que ficou famosa durante a campanha de Barack Obama, nos EUA, "nós podemos"

Andréia Sadi, iG Brasília |

Marina Silva abriu o seu discurso durante a sabatina da CNI (Confederação Nacional da Indústria) defendendo que não se pode continuar entendendo que o Brasil pode mais apenas por seus recursos naturais. “O Brasil pode mais” é o slogan usado pelo candidato adversário José Serra, do PSDB.

A verde falou também sobre sua biografia. Lembrou o analfabetismo até os 16 anos e disse ter a oportunidade de falar para empresários de peso do País. Em seguida, fez nova referência ao bordão tucano: “Sinto nessa agenda aqui o prenúncio de um Brasil que está ousando mais, cobrando mais, e não podem apenas ouvir aqui lideranças que prometem fazer mais do mesmo”.

Na onda dos slogans, ela citou também a frase que ficou famosa durante a campanha de Barack Obama, nos EUA . “Por isso quando os americanos ouviram ‘Nós Podemos’,houve mobilização”, argumentou.

    Leia tudo sobre: marina silvaobamaserra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG