Marina quer usar internet como ferramenta de governo

Candidata afirma que internet também pode ser usada para elaboração, implementação e acompanhamento de políticas públicas

Agência Brasil |

A candidata à Presidência da República pelo PV, Marina Silva, afirmou neste sábado (24) que pretende usar a internet como ferramenta de governo caso eleita. Segundo ela, a rede mundial de computadores, que tem sido explorada nestas eleições como instrumento de campanha, pode também ser usada para elaboração, implementação e acompanhamento de políticas públicas.

Agência Estado
Marina Silva, em SP, concede entrevista à imprensa
“A internet é uma boa ferramenta de governança, de transparência e de profissionalização”, disse a candidata, em São Paulo, depois reunir-se com jovens que mobilizaram uma campanha na rede de computadores para apoiar sua candidatura para à Presidência.

Ela disse que experiências nacionais e internacionais já mostraram que a população pode contribuir muito com o governo avaliando e propondo por meio da internet. De acordo com ela, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, já usa a ferramenta. No Brasil, jovens também buscam acompanhar a eficácia de políticas federais por meio de discussões via computador.

“Eu vejo estes jovens entrando na internet, pegando as políticas do programa federal e verificando quais têm eficácia, quais são verdadeiros drenos de dinheiro público, e enviando suas sugestões para mim”, disse Marina. “Estou aprendendo muito com eles.”

A candidata disse ainda que a internet é uma boa forma de envolver a população com o governo. E isso tende a aumentar a efetividade das ações do Estado. “A melhor coisa é governar com as pessoas, e não para as pessoas”, afirmou. “É entregar para as pessoas informações para que, com base no conhecimento delas, elas nos ajudem na elaboração, implementação e reparação das políticas.”

O candidato à Presidência pelo Partido Socialismo e Liberdade (P-SOL), Plínio Sampaio, participou neste sábado (24) de uma caminhada pelo centro de Santo André (SP). Plínio esteva acompanhado por parlamentares filiados a seu partido.

Ainda hoje, ele participa de outra caminhada no bairro de Santo Amaro, em São Paulo.

    Leia tudo sobre: Marina Silvaeleições 2010campanhainternet

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG