Marina quer cobrir déficit da Previdência com recursos do pré-sal

Candidata atribuiu, em parte, o descompasso entre a receita e o gasto à alta taxa de informalidade do mercado de trabalho

Agência Brasil |

A candidata à Presidência da República pelo PV, Marina Silva, disse nesta segunda-feira (26) que os recursos arrecadados com a exploração de petróleo do pré-sal podem ser uma maneira de solucionar o déficit da Previdência Social.

Segundo ela, o Brasil compromete uma quantidade muito grande de suas riquezas para cobrir a diferença entre o arrecadado e os benefícios pagos pela previdência. Marina atribuiu, em parte, o descompasso entre a receita e o gasto à alta taxa de informalidade do mercado de trabalho. “Temos uma Previdência deficitária, onde já temos 11% do nosso Produto Interno Bruto [PIB] comprometido com a Previdência. Temos cerca de 50% da força de trabalho economicamente ativa na informalidade, o que agrava essa situação.”

“Os recursos do pré-sal podem ser uma alternativa para ajudar a sair dessa situação que temos hoje, para um regime de capitalização”, acrescentou Marina. A candidata falou à imprensa após ser sabatinada pelo Portal Terra.

Marina defendeu ainda uma reforma na Previdência para que o modelo de distribuição de benefícios tenha um custo menor para o país.“Obviamente que isso [capitalização da Previdência] não acontecerá se não tivermos uma reforma da Previdência e buscar, a partir daí, estimular o emprego e combater a informalidade.”

Entre os pontos que devem ser modificados, a candidata destacou a revisão da idade mínima para requerer aposentadoria. “Temos que repensar a questão da expectativa de vida. Estamos vivendo cada vez mais e estamos ainda com um sistema que considera a mesma expectativa de vida de 20 ou 30 anos atrás.”

    Leia tudo sobre: Marina SilvaPVdéficit previdênciapré-sal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG