Marina: `Não usem meu nome em vale-tudo eleitoral¿

Senadora repudia militância do PSDB e reafirma sua neutralidade em relação a ambos aos candidatos

iG São Paulo |

Uma nota veiculada em site de militância do candidato à Presidência da República do PSDB, José Serra , e um email supostamente enviado pela senadora Marina Silva (PV-AC) com mensagens de apoio ao tucano provocaram a reação da ex-candidata verde. Marina, ao tomar conhecimento da fraude, advertiu em sua página na internet que não quer seu nome envolvido no “vale-tudo eleitoral” e reafirmou sua posição de “independência em relação a Dilma e Serra”.

O email falso circulou com o remetente marina@pv.gov.br e foi enviado aos simpatizantes de Marina. Na mensagem, pedido da senadora e do PV para “que se unam em torno da candidatura de Serra”. Além disso, o blog “Eu Vou de Serra 45” veiculou nota manipulando as declarações de Marina dadas ainda durante a campanha do primeiro turno.

O blog tucano aproveitou a afirmação da senadora, que advertiu eleitores sobre a escolha no segundo turno, e tirou do contexto para que parecesse uma nota de pedido de votos ao tucano. “Marina se posiciona: Brasil não pode ser entregue a quem conhece”, afirma o post do blog. E complementa: "Em campanha no Sul do País, a candidata Marina Silva, do PV, fez críticas em relação ao desconhecimento geral sobre a biografia da candidata do PT, Dilma Rousseff”.

Informada sobre as iniciativas da militância tucana, Marina repudiou a ação. “Infelizmente, muitos não aprenderam nada com os resultados das urnas e continuam a promover a política de mais baixo nível ao usar estratagemas banais para buscar votos”, declarou a ex-presidenciável do PV em post em sua página na internet.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG