Marina não acredita em vazamento de dados que envolvem seu vice

Guilherme Leal, empresário da Natura, diz que também não crê, ¿mas lastimaria¿ se informações tiverem saído da Receita Federal

Bernardinho Furtado, iG Minas Gerais |

A candidata do PV à Presidência, Marina Silva, disse nesta quinta-feira (24) que prefere não acreditar que informações sobre possíveis pendências fiscais da Natura - empresa da qual seu vice, Guilherme Leal, é um dos principais acionistas - tenham vazado da Receita Federal, conforme divulgou a “Folha de S. Paulo”. “Eu não estou preocupada com essas coisas, prefiro não acreditar”, afirmou. “Estão criando fatos que não são importantes para a sociedade brasileira”.

Ao responder sobre a questão do vazamento de dados, ela afirmou que a sua campanha a presidente não ultrapassará o limite das críticas políticas e programáticas.

Ao lado de Marina, o empresário Guilherme Leal referendou a posição da companheira de chapa. Leal chamou de "pseudo-vazamento" a divulgação de apurações fiscais na Natura. “Não acreditamos, mas lastimaríamos se foi resultado de um vazamento”, disse o empresário.

Leal demonstrou não estar interessado no possível depoimento no Senado do secretário da Receita Federal, Otacílio Dantas Cartaxo. Nesta quarta-feira (23), a oposição conseguiu aprovar na Comissão de Constituição de Constituição e Justiça (CCJ) um convite para que Cartaxo preste esclarecimentos sobre a existência de suposto dossiê com dados fiscais do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, e também sobre a violação do sigilo sobre ação da Receita Federal na Natura.

“Isso (a divulgação dos dados) está sendo tratado dentro da mais absoluta normalidade”, afirmou o candidato a vice do PV.

Questionada sobre o comportamento que adotaria em caso de ataques dos concorrentes, Marina Silva disse que não teme essa possibilidade. “Se ataques significam baixaria, digo que não acredito, porque a gente só vê nos outros aquilo que enxerga dentro de si”, justificou.

Marina visitou Belo Horizonte para prestigiar a convenção estadual dos verdes que lançou o deputado federal José Fernando Aparecido candidato a governador de Minas Gerais.

A presidenciável fez uma caminhada pelo Centro de Belo Horizonte a partir da Praça Sete até um hotel onde foi realizada a convenção estadual do PV. O candidato a governador do partido, José Fernando, apareceu nas últimas pesquisas com índices de intenção de voto na casa dos 7%. Ele enfrenta a resistência de parte dos verdes mineiros que preferem continuar a aliança com o PSDB.

O PV participou das duas gestões do tucano Aécio Neves, que lançou candidato ao governo o seu ex-vice e atual governador Antonio Anastasia

    Leia tudo sobre: marina silvaguilherme lealreceita federalnatura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG