Marina diz que política brasileira anda para trás há 16 anos

Segundo a candidata do PV, nem o PT nem o PSDB aprenderam a fazer política quando estiveram no poder durante oito anos

Rodrigo Rodrigues, iG São Paulo |

A presidenciável do PV, Marina Silva, afirmou nesta quarta-feira que a política brasileira está andando para trás há 16 anos. Ao comentar o desempenho dos adversário no debate promovido pela TV Gazeta e as brigas entre PT e PSDB sobre as quebras de sigilo na Receita, Marina disse que o embate se tornou um “lamentável vale-tudo”.

Segundo Marina, nem o PT nem o PSDB aprenderam a fazer política nos oito anos em que cada partido esteve no poder. Para a candidata, faltou maturidade e vontade de fazer política aos dois lados. “Ninguém fez a reforma política, ninguém fez a reforma tributária ou a reforma da previdência. Quem foi oposição não aprendeu como oposição e quem foi de situação não aprendeu como situação. Isso é ou não um retrocesso?", lamentou a candidata.

Marina também voltou a criticar a defesa que o presidente Lula fez de Dilma Rousseff na TV, onde ele chamou de “baixaria”as agressões de Serra contra a petista no caso da quebra de sigilos na Receita Federal. Para a candidata do PV, “o presidente da República deveria estar defendendo todos os brasileiros e não apenas sua candidata”.

“Lula não trata do problema, apenas defende sua candidata que, pelo que sabemos, não teve até agora seu sigilo violado. Não podemos admitir que três mil pessoas tenham seus sigilos negligenciados”, disse Marina Silva.

Agência Estado
A candidata do à Presidência da República, Marina Silva (PV), durante o debate entre os presidenciáveis promovido pela TV Gazeta de São Paulo
Além da questão dos sigilos, a candidata do PV também aproveitou o encerramento do debate na TV Gazeta, em São Paulo, para criticar a postura dos adversários no debate, que usaram boa parte do tempo do encontro para criticar a ausência de Dilma. Para Marina, os debates não podem ser pautados “de fora para dentro”.

“Aqueles que não vem (ao debate) prejudicam, mas aqueles que estão aqui e continuam à sombra do que não veio prejudicam mais ainda. Prejudica também aqueles que ficam brincando com coisas sérias”, apontou a presidenciável, em referência velada a dobradinha feita Plínio de Arruda e José Serra para atacar a candidata do PT.

    Leia tudo sobre: eleições Marinapleito 2010debategazetaeleiçõesPT

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG