Marina diz que pode competir com Dilma `de igual para igual¿

No Rio, candidata do PV diz que é `a novidade¿ enquanto Serra é `a repetição de 2006¿ e volta a garantir presença no segundo turno

Manuela Andreoni, especial para o iG |

A candidata à presidência da República pelo PV, Marina Silva , se despediu do primeiro turno na manhã deste sábado (2) em uma carreata por bairros da zona norte do Rio de Janeiro, cidade onde está empatada nas intenções de voto com  José Serra (PSDB), segundo a última pesquisa Datafolha. A verde garante ser um “segundo turno competitivo” e diz ter poder para fazer frente à candidata de Lula, Dilma Rousseff (PT).

Agência Estado
Marina Silva durante carreata no Rio
“O Brasil sabe que eu sou um segundo turno competitivo, que tenho condição de competir de igual para igual com a Dilma. Vai ser uma nova eleição. O Serra é a repetição do que foi em 2006. Eu sou a grande novidade”, afirmou Marina.

Acompanhada do candidato ao governo do Rio de Janeiro por seu partido Fernando Gabeira, a verde garantiu que os dois vão “surpreender” e estarão no segundo turno. Começando pelo Mercadão de Madureira, os dois passaram por cerca de dez bairros, entre eles Piedade, Cascadura e Méier, em cima de um jeep cumprimentando e pedindo votos a eleitores.

Após a carreata, Marina seguiu para o aeroporto Santos Dumont e embarcou para a cidade de Diamantina, em Minas Gerais. Antes do voo, ela disse que a sua maior prioridade para o Brasil é a “educação de qualidade”. “A prioridade das prioridades do Brasil é a educação de qualidade que gere igualdade de oportunidades. Eu sou o milagre da educação e é isso que eu quero para os brasileiros”, afirmou.

Depois de passar pela cidade mineira, a verde seguirá para o Acre, onde vota. Amanhã, ela irá acompanhar a apuração dos votos em São Paulo junto a seu vice Guilherme Leal (PV), familiares e alguns dirigentes do partido.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG