Marina diz que números da pesquisa CNT/Sensus não desanimam

Candidata do PV disse que a preparação para o debate não significa receio, mas, respeito pelos cidadãos e concorrentes

Rodrigo Rodrigues, iG São Paulo |

A candidata do PV, Marina Silva , chegou à sede da Rede Bandeirantes acompanhada do candidato a vice Guilherme Leal e do coordenador da campanha João Paulo Capobianco. Mostrando tranquilidade, a senadora disse que não pretende discutir, mas, debater e ouvir as ideias de todos os candidatos, para que os brasileiros possam tomar a decisão de quem irão votar em 3 de outubro.

“Obviamente que eu quero discutir o que interessa na saúde, na educação, na segurança pública e nos cuidados com o meio ambiente sem fazer ataques pessoais. O que todos os brasileiros querem saber é o que será feito para a construção do Brasil que queremos nas cidades, na zona rural e em todos os setores”.

A candidata do PV disse que está muito tranquila e que hoje foi mais um dia de preparação. Perguntada sobre a apreensão pela estréia em debate, ela disse que a preparação não significa receio. Significa o respeito que a gente tem com o cidadão e com aquele que está concorrendo com a gente. A preparação serve para que você possa interagir a altura do que o Brasil espera que você possa.”

Sobre a pesquisa CNT Sensus divulgada hoje, Marina afirmou que está muito animada “apesar de tudo”. Segundo ela, mesmo com os números que a colocam abaixo dos 10 do Datafolha. “quando aumenta um ponto eu celebro, quando diminui um, eu tenho que trabalhar três, quatro, cinco vezes. O que interessa nesse momento é a mobilização da sociedade pelas ideias que estou defendendo.”

    Leia tudo sobre: Eleições Marinadebate

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG