Marina discute programa de governo em SP e não vai à Bahia no 2 de Julho

Neste ano, a tradicional comemoração baiana concorrerá com mais um jogo do Brasil na Copa do Mundo

Aura Henrique, iG Bahia |

Os correligionários baianos de Marina Silva, candidata à Presidência da República pelo PV, bem que tentaram, mas a ex-ministra não participará em Salvador do desfile de Independência da Bahia, o Dois de Julho , mais importante comemoração cívica do Estado. Marina ficará em São Paulo, onde assistirá ao jogo do Brasil e, na sequência, discutirá o plano de governo com a coordenação de campanha.

O candidato ao governo da Bahia pela legenda, Luiz Bassuma, lamentou a ausência de Marina. “Fizemos o convite, insistimos, mas ela não virá”, informou. A presidenciável cumprirá agenda pelo interior do Estado duas vezes no mês de julho.

O presidente do PV na Bahia, Ivanilson Gomes, disse que a ausência de Marina já era esperada e que seria melhor “aproveitá-la” em outra situação. Para ele, o Dois de Julho não vai ter a “força” de todos os anos. “É claro que em ano de eleição os partidos buscam visibilidade, mas este ano, mesmo com o cortejo antecipado, vai ser uma mini-maratona”, brincou.

O cortejo, que coincide com o dia em que Brasil e Holanda se enfrentam pela Copa do Mundo, partirá do bairro da Lapinha para o Pelourinho às 7h30 desta sexta-feira (2) e não às 9h, como costuma acontecer.

    Leia tudo sobre: Marina SilvaPVBahiaeleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG