Marina defende 2º turno para dar tempo às investigações

A candidata sugere que se pense duas vezes antes de uma tomada de decisão

Agência Estado |

selo

A candidata do PV à Presidência, Marina Silva , defendeu hoje, em sabatina na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília, que os eleitores empurrem a eleição para o segundo turno para que haja tempo para a conclusão das investigações sobre a quebra de sigilos de tucanos e o suposto tráfico de influência da ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra. "Na vida, quando a gente vai tomar uma decisão, pensamos duas vezes".

"Por que numa decisão que diz respeito a 190 milhões de pessoas querer decidir açodadamente?", disse. Segundo a candidata verde, "votar duas vezes é oportunidade de pensar duas vezes, de olhar duas vezes, de ouvir duas vezes".

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG