Marcos Cals prevê segundo turno com queda de Cid nas pesquisas

Tucano está confiante que escândalo divulgado por revista envolvendo o governador promoverá migração de votos

Lauriberto Braga, iG Ceará |

O candidato do PSDB ao Governo do Ceará, Marcos Cals, prevê que amanhã os cearenses não elegerão o futuro governador. O tucano acredita que o adversário chegue até amanhã a 45%, o que provocaria um segundo turno no Estado.

"O governador Cid Gomes está em queda nas pesquisas e até amanhã no dia da eleição não alcançará os 50% mais um para se reeleger no primeiro turno. Vamos ter sim segundo turno entre Cid e eu, que estou em crescimento nas pesquisas e ele em queda, após as denúncias de corrupção feita pela revista Veja", destaca o tucano.

Nas pesquisas divulgadas nesta semana pelo Ibope, Datafolha e Vox Populi, Marcos Cals oscila entre 10 e 12% das intenções de voto, enquanto Cid Gomes varia de 52 a 55%. O segundo colocado nos três levantamentos é Lúcio Alcântara (PR) que vai de 19 a 20%.

Cals acredita que Cid chegue amanhã com 45%. Neste caso, a disputa pelo segundo turno se confirmaria. "Os votos perdidos por Cid por causa do escândalo da denúncia de desvio de R$ 300 milhões virão para mim e para o doutor Lúcio", estima o confiante Marcos Cals.

Segundo ele "na primeira semana após a publicação da denúncia pela Veja, o governador perdeu 10 pontos em Fortaleza e Região Metropolitana e esta queda aumentará pelo Interior".


    Leia tudo sobre: eleições ceCid Gomesmarcos Cals

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG