Maluf é absolvido de multa de R$ 5 mil pelo TRE-SP

Para o tribunal, o deputado federal não fez propaganda eleitoral ao postar mensagens no 'Twitter' sobre sua tentativa de reeleição

iG São Paulo |

iG
O deputado federal Paulo Maluf, absolvido da acusação de propaganda antecipada via 'Twitter' pelo TRE-SP
O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo retirou nesta terça-feira (20) uma multa por propaganda antecipada recebida pelo deputado federal Paulo Maluf (PP-SP).

Na última terça-feira (13), o político havia sido condenado pelo juiz Mathias Coltro a pagar R$ 5 mil reais por mensagens postadas no 'Twitter' no mês de junho. Em sessão na noite de hoje, cinco dos seis juízes da corte entenderam que as mensagens de Maluf não caracterizaram propaganda antecipada.

A decisão se refere a mensagens postadas por Maluf entre os dias 21 e 29 de junho. Em uma das mensagens citadas na decisão, Maluf dizia a um internauta: “sei que terei seu voto como você já havia dito. Estarei na urna no dia 03/10. Grande abraço!!!”. Em outra, dizia que sairia candidato na chapa de Celso Russomanno: “Tekinha os projetos andam muito bem, saio a reeleição e o Dep. Celso Russomanno ao governo de SP. Abraços!!!”.

O Ministério Público Eleitoral, autor da representação contra Maluf, ainda pode recorrer da decisão ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

    Leia tudo sobre: paulo maluftsemultapropaganda antecipadatwitter

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG