MA: Pesquisa que aponta segundo turno é questionada

Levantamento divulgado ontem é alvo de impugnação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA)

Wilson Lima, iG Maranhão |

A pesquisa Constat/Jornal Pequeno, divulgada ontem pela manhã, está sendo questionada pela coligação “O Maranhão não pode parar”, da governadora do Maranhão e candidata à reeleição Roseana Sarney (PMDB). Os advogados da coligação alegam que o levantamento tem várias irregularidades. Eles entraram com uma impugnação no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) contra a consulta.

O argumento do departamento jurídico da governadora é que não foram apresentados na pesquisa alguns documentos como plano amostral, ponderação quanto a sexo, idade e grau de instrução, nível econômico de entrevistados e sistema de controle interno de verificação. A coligação de Roseana pede a suspensão da divulgação da pesquisa, além de multa de R$ 53 mil ao Jornal Pequeno, que encomendou o levantamento, e a advertência aos proprietários do instituto Constat pelos indícios de irregularidades.

Essa pesquisa aponta indicativo de segundo turno no Maranhão. Pelos dados da sondagem Constat/Jornal Pequeno, Roseana tem 39% das intenções de voto, contra 25% do deputado federal Flávio Dino (PCdoB) e 20% do ex-governador Jackson Lago (PDT). A sondagem foi realizada entre os dias 23 e 26 deste mês e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) sob o número 37.025/2010. Foram ouvidos 1.537 eleitores em 41 municípios maranhense entre os dias 23 e 26 desse mês.

*Com informações de O Estado do Maranhão

    Leia tudo sobre: eleições maroseana sarneypesquisa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG