Lupi diz que PDT quer outro ministério na área social

Ministro destacou que não se trata de uma busca por cargos, mas de vontade de 'ajudar a governar'

Agência Brasil |

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, disse hoje (4) que o seu partido, o PDT, quer ocupar outro ministério no próximo governo. “É o sentimento do partido, que o partido tenha mais espaço, o partido cresceu”, afirmou Lupi, ao participar de evento na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados do Estado de São Paulo.

Lupi destacou, no entanto, que não se trata de uma busca por cargos, mas de vontade de “ajudar a governar”. “Nós não reivindicamos cargos, nós pleiteamos tarefas”. De acordo com o ministro, ocupar outro ministério, de preferência na área social, é uma forma de reconhecimento da importância da legenda na vitória de Dilma Rousseff .

Entre as pastas que interessariam ao partido, Lupi citou a da Educação e a do Turismo. Ele ressaltou, entretanto, que “ainda não foi aprofundada a discussão”, nem dentro da legenda, nem com a presidenta eleita. Para ocupar as pastas, o ministro lembrou os nomes do senador Osmar Dias, que foi derrotado nas eleições para o governo do Paraná, e de Ronaldo Lessa, que perdeu a disputa em Alagoas.

Lupi não sabe se permanecerá no Ministério do Trabalho e Emprego no próximo governo, mas se diz satisfeito com o trabalho que desenvolveu à frente da pasta. “Eu tenho a consciência tranqüila de ter cumprido com a minha tarefa.”

    Leia tudo sobre: eleições dilmaministériocarlos lupi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG