Presidente pediu paciência para aguardar as investigações 'porque não falta gente para tentar causar problema em época eleitoral'

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que apenas a Polícia Federal ou um laudo técnico podem provar se o documento apresentado por suposto procurador de Verônica Serra, filha do candidato do PSDB à Presidência da Republica, José Serra, solicitando cópias de suas declarações de renda, é realmente falso. "Primeiro, a Receita constatar se houve ou não um pedido e somente a Polícia Federal ou um laudo técnico que podem provar que seja falsa a assinatura", afirmou. "Eu não tenho por que duvidar da palavra da Receita, que diz que teve um pedido e também não tenho por que duvidar da filha do ex-governador Serra, que disse que (a assinatura da procuração) foi falsificada.

Então cabe agora provar quem falsificou e, se é falsificada, prender o falsificador porque ele cometeu um crime grave no Brasil: falsidade ideológica", disse ele, na saída do Itamaraty, depois do almoço com o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos.

"A Receita é uma instituição de muita credibilidade. Não vamos dizer que a Receita perdeu a credibilidade antes da gente saber o que aconteceu. É importante a gente não precipitar a desconsideração a uma instituição que tem se pautado pela seriedade, pelo sigilo, como se fosse guardiã de todos nós. Vamos saber o que está acontecendo porque não falta gente para tentar causar problema em época eleitoral. Vamos aguardar. Eu confio, confio muito na PF, na Receita, confio muito na seriedade da Receita e da Polícia Federal. Se tiver alguém que praticou um dano, uma falsificação, isso pode ficar certo que virá a público", ressaltou.

O presidente continuou enfatizando que "se alguém achar que uma pessoa que comete um ato de bandidagem, que comete um ato ilícito, que divulga alguma coisa, se alguém fizer isso achando que vai prejudicar o outro, quem vai ser prejudicado é a pessoa que acreditou que podia prejudicar". "Nós precisamos saber que não é a primeira vez que aparece essa coisa de dossiê em campanha brasileira, que não é a primeira vez que é desmentida esta coisa", acrescentou.

Lula ainda pediu paciência. "Então vamos aguardar com muita paciência. Eu não tenho o poder de investigação, apenas tenho o poder de dizer ao ministro da Fazenda que coloque a Receita Federal para trabalhar 24 horas por dia para apurar corretamente. Apenas tenho o poder para dizer para a Polícia Federal que investigue com os melhores quadros que tiver, para que não falte um minuto de informações à sociedade brasileira."

    Leia tudo sobre: Lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.