Lula reforça campanha de Hélio Costa em Minas

Presidente grava mensagem para programa eleitoral do peemedebista, em esforço para impedir o crescimento do tucano Anastasia

Adriano Ceolin, iG Brasília |

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva resolveu entrar de vez na campanha de Helio Costa (PMDB) para o governo de Minas Gerais. Na manhã desta quinta-feira, ele gravou cenas para o horário eleitoral gratuito ao lado do peemedebista, do candidato a vice-governador Patrus Ananias (PT) e do candidato ao Senado, Fernando Pimentel (PT)

A informação foi confirmada ao iG pelo presidente regional do PT de Minas Gerais, deputado federal Reginaldo Lopes. “Foi só com o Lula. A Dilma não estava. Não sei como foi a gravação, mas eles (Helio, Patrus e Pimentel) estiveram hoje de manhã em Brasília”, disse. “A participação do presidente ajuda muito em Minas”, completou Lopes.

A gravação do vídeo de Lula com Helio Costa é a segunda participação efetiva do presidente na campanha em Minas em menos de 24 horas. Na noite desta quarta-feira, Lula compareceu ao comício realizado no município de Betim. O PT e o PMDB tentam se unir para impedir o crescimento de Antonio Anastasia (PSDB), candidato à reeleição ao governo mineiro.

A última pesquisa do Ibope, divulgada no dia 3 de setembro, mostra que Helio Costa e Anastasia estão em empate técnico. Segundo o instituto, o tucano tem 35% e o peemedebista 33% de intenção de voto. No início da disputa, Helio Costa, que foi ministro das Comunicações do governo Lula, chegou a liderar com folga a corrida eleitoral.

O objetivo de Lula é medir forças com o ex-governador mineiro Aécio Neves (PSDB), principal padrinho da candidatura de Anastasia. Em 2002 e 2006, a disputa foi menos acirrada e alguns comitês chamados “Lulécio” foram criados para defender o voto em Aécio para governador e em Lula para presidente. Com isso, ambos obtiveram boas votações em Minas.

Em 2010, a formação do palanque governista em Minas Gerais foi decidida em Brasília pelas cúpulas do PMDB e do PT após meses de negociações. Lula também participou ativamente das negociações. Na pré-campanha, Pimentel e Patrus chegaram a disputar prévias internas para decidir quem seria o candidato ao governo.

O ex-prefeito de Belo Horizonte venceu, mas a pedido da direção nacional do PT aceitou disputar o Senado. Desse modo, abriu espaço para a candidatura de Helio Costa como candidato com o apoio do Palácio do Planalto. Em seguida, Patrus, ex-ministro do Desenvolvimento Social, foi convencido a compor a chapa como vice.

A campanha do PMDB e do PT em Minas ainda tem o reforço do marqueteiro Duda Mendonça, publicitário que comandou a vitoriosa campanha de Lula em 2002. Duda foi responsável pela gravação, realizada por volta das 8 horas. A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto disse que não dá informações sobre a “agenda privada” do presidente.

(Colaborou Andréia Sadi)

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições mgaéciohélio costalula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG