Lula nega que Serra tenha feito alerta sobre quebras de sigilo

Tucano disse que avisou presidente sobre violação de sigilo de Veronica; presidente afirmou que ele só fez queixas sobre internet

Agência Brasil e iG São Paulo |

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou nesta sexta-feira que tenha sido alertado pelo candidato do PSDB à Presidência, José Serra, sobre a violação de dados sigilos de pessoas ligadas ao PSDB. Lula disse a jornalistas, em Esteio (RS), que o tucano apenas se queixou do conteúdo publicado na internet.

Para o presidente, Serra deveria se concentrar em sua campanha. “Ele [Serra] não alertou. Ele se queixou do que estava acontecendo com ele na internet, como eu sou vítima disso há muito tempo”, reiterou Lula.

Em entrevista exclusiva concedida ao iG nesta sexta-feira, Serra afirmou ter avisado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre uma suposta quebra de sigilo fiscal de sua filha, Verônica Serra. A conversa, segundo o tucano, aconteceu em janeiro deste ano, na mesma ocasião em que contou ao presidente que planejava representar o PSDB nas eleições presidenciais. No entanto, Serra poupou Lula na hora de cobrar providências. O jornal Folha de S.Paulo desta sexta-feira também afirmou que Serra teria alertado Lula sobre a quebra do sigilo fiscal de Verônica.

O presidente também disse a Serra que não pode censurar a rede mundial de computadores. “Acho que o nosso adversário deveria procurar um novo argumento. Não é possível que um homem que se diz tão preparado para presidir o País, que se diz tão preparado para presidir os destinos de 190 milhões de vidas, queira que o presidente Lula censure a internet. Não posso fazê-lo, porque do mesmo jeito que a internet fala do Serra, fala de mim, de vocês [jornalistas]”, afirmou Lula.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições serraeleições dilmalulasigilo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG