Programas circulam com novo formato e tem como obetivo impulsionar candidatura de aliados do presidente

selo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva gravou no início da tarde de hoje novos vídeos de apoio a candidatos da base aliada ao Senado. Desta vez, pediu votos para candidatos no Amazonas e no Ceará a fim de tentar impedir a reeleição de seus desafetos.

Trata-se de uma ofensiva do petista, que coloca sua alta popularidade para eleger o maior número de senadores do PT e dos partidos coligados e garantir amplo apoio a Dilma Rousseff (PT) no Congresso Nacional, caso ela vença as eleições presidenciais.

A novidade é o novo formato das mensagens de apoio. Lula aparece no vídeo ao lado do candidato, conversando com ele sobre o papel do senador e a importância de ser um aliado do presidente da República na Casa. Ele já estreou o formato no horário eleitoral em Goiás, onde se empenha para eleger o ex-prefeito de Goiânia Pedro Wilson (PT). O petista aparece em terceiro lugar nas pesquisas, atrás do candidato do DEM, Demóstenes Torres, e da tucana Lúcia Vânia.

Hoje, Lula gravou pela primeira vez um pedido de votos para a candidata do PCdoB ao Senado no Amazonas, Vanessa Grazziotin. O objetivo é impulsionar a candidata nas pesquisas, que já aparece empatada tecnicamente com o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio - um dos principais adversários de Lula na cena política nacional.

Pesquisa Ibope divulgada no início da semana mostra Vanessa com 39% das intenções de voto contra 36% de Virgílio. Embora numericamente à frente, a diferença entre a comunista e o tucano está dentro da margem de erro do levantamento. Em primeiro lugar, desponta o ex-governador Eduardo Braga (PMDB), com mais de 80% da preferência do eleitorado.

Ceará
Lula também gravou uma segunda mensagem de apoio aos candidatos da base aliada no Ceará: Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT). Ele decidiu gravar um novo vídeo embalado pela pesquisa Datafolha divulgada hoje, que apontou a queda de quatro pontos porcentuais de Tasso Jereissati (PDSB) na corrida ao Senado.

No vídeo, Lula aparece ao lado de Pimentel e Eunício pedindo votos para ambos. A gravação pretende enfatizar para o eleitorado que os dois são os únicos candidatos apoiados por Lula e Dilma. Pesquisas qualitativas do PT no Estado mostram que uma fatia do eleitorado acha que Tasso tem o apoio de Lula.

Além disso, o Datafolha mostra que ainda existem 33% de indecisos na eleição para o Senado. "O voto para senador é a última escolha do eleitor", afirma o presidente do PT, José Eduardo Dutra. No Ceará, Tasso segue na frente com 48% das intenções de voto, segundo o Datafolha. Na rodada anterior, ele aparecia com 52%. Pimentel e Eunício vêm em seguida, tecnicamente empatados. O peemedebista tem 34% da preferência do eleitorado e Pimentel, 31%.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.