Lula ganha mais um neto antes de Dilma

O terceiro neto do presidente nasceu em São Paulo e passará os primeiros dias de vida em suíte com diária de R$ 2 mil

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

Pedro Moreira Lula da Silva, terceiro neto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nasceu às 14h44 desta terça-feira na suíte presidencial da maternidade do hospital São Luís, em São Paulo, com 2,85 kg e o destino já traçado.

“Cumprimente o futuro presidente do Brasil”, disse alguém, no berçário, quando Lula tomou o neto em seu colo pela primeira vez.

Ricardo Stuckert/PR
O presidente Lula e a primeira-dama Marisa Letícia visitam Pedro na maternidade
A brincadeira foi motivo de risos e alegria entre todos os presentes, entre eles o pai do garoto, o empresário Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, de 35 anos, um dos cinco filhos do presidente, fundador da empresa Gamecorp.

Além dele estavam a avó, Marisa Letícia, parentes da mãe, Renata de Abreu Moreira, 40 anos, médico, enfermeiras e o fotógrafo da presidência, Ricardo Stuckert, que registrou o momento mas perdeu o parto pois chegou 30 minutos atrasado já que acompanhava Lula em um evento oficial.

Foi Stuckert, que por coincidência é pai há uma semana de um menino nascido em Brasília, quem ligou para Lula e o colocou em contato com o filho. O presidente participava da entrega de um conjunto habitacional na favela de Paraisópolis, em São Paulo, quando recebeu a notícia mas, segundo assessores, estava apreensivo desde manhã, quando a nora foi para o hospital acompanhada de Fábio e Marisa.

De acordo com o médico obstetra Renato Kalil, o parto ocorreu dentro da normalidade. Como o bebê estava na posição pélvica (sentado) com três voltas de cordão umbilical no pescoço, a opção foi uma cesariana.

Renata é paciente de Kalil desde antes de engravidar. Como foi uma gestação de risco, devido à idade da mãe, Renata foi cercada de cuidados como um ultrassom morfológico e rastreamento bioquímico, exames de última geração que permitem prever, por exemplo, se a criança tem algum problema de formação ou Síndrome de Down.

O parto aconteceu conforme programado, com 40 semanas e um dia de gestação e demorou 42 minutos. Fábio acompanhou tudo dentro da sala de cirurgia. Renata deve ficar pelo menos mais 48 horas. Todos os exames mostram que o menino é saudável. Depois do nascimento o pai deu um banho de 15 minutos em Pedro e a mãe o amamentou por outros 40 minutos. Tudo para amenizar o trauma da cesariana.

A previsão dos médicos é que Pedro deixasse o berçário no início da noite rumo à suíte presidencial, formada por um quarto, duas salas e uma varanda, cujo custo diário é de R$ 2 mil (fora as despesas médicas).

    Leia tudo sobre: Eleições DilmaLulapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG