Lula fez coisa boa, mas não precisa ser tão mesquinho, diz FHC

Ex-presidente afirma que gostaria de ter uma conversa com o atual mandatário quando este 'colocar o pijama'

Alessandra Oggioni, iG São Paulo |

Em sua primeira aparição pública desde o início do segundo turno, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse hoje que cansou de ficar calado e que quer conversar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao final do mandato dele. "Presidente Lula, terminada as eleições, quando você puser o pijama, venha ao meu instituto para conversar", disse FHC, acrescentando: "Então vou dizer a ele: 'presidente Lula, você fez muita coisa boa, mas não precisa ser tão mesquinho, rapaz'".

As declarações foram feitas em evento do PSDB realizado hoje na zona norte da capital paulista, que reuniu militantes em apoio à candidatura de José Serra , que não compareceu ao evento, e teve a participação de caciques tucanos e aliados de São Paulo, como o governador eleito Geraldo Alckmin (PSDB), o prefeito da capital, Gilberto Kassab (DEM), o governador Alberto Goldman (PSDB) e o senador eleito Aloysio Nunes (PSDB). 


FHC negou críticas do PT de que seu governo tivesse tentado privatizar a Petrobras. "Essa gente não tem duas caras, não tem é cara nenhuma, não tem o que dizer e, como não tem o que dizer, falam mal de nós, mentindo sem cessar", declarou.

Já o governador eleito, Geraldo Alckmin, disse que as últimas pesquisas vêm mostrando o crescimento de Serra nesta etapa final.  “A eleição está disputada, mas acho que, neste segundo turno, o favoritismo está para o lado do PSDB", comemorou, adiantando que nas próximas semanas a campanha será reforçada em locais como Baixada Santista e Ribeirão Preto, além de outros Estados, como Goiás, Acre, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG