Lula faz campanha velada no Rio

Em inauguração de UPA, presidente afirma que o povo aprendeu a votar e cobrar

Anderson Dezan, iG Rio de Janeiro |

Sem citar nomes de candidatos à sua sucessão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira (30) que os avanços obtidos na sua gestão serão mantidos no próximo governo. Em discurso, durante a inauguração de uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA 24h) no município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Lula afirmou que os brasileiros aprenderam a lutar por seus direitos e estão mais conscientes.

"As obras vão acontecer e não vão parar porque agora o Brasil aprendeu a cobrar. O povo está mais esperto, mais inteligente e sabe o que é bom. Não quer ser tratado como segunda categoria", avaliou, dando à declaração o tom de uma campanha velada à candidata Dilma Rousseff (PT).

Em seu breve discurso, que não foi lido e durou cerca de sete minutos, o presidente disse que a meta do governo é ter 500 UPAs até dezembro deste ano em todo o País. Atualmente, segundo o Ministério da Saúde, existem 80 unidades no Brasil. Ainda de acordo a pasta, outras 432 já estão habilitadas, ou seja, os recursos para início das obras estão liberados. A construção de cada UPA demora, em média, 60 dias.

"Estamos comprometidos a construir 500 UPAs até 31 de dezembro. Não sei se todas vão ficar prontas, mas, se não der, elas vão continuar porque entendemos que a UPA, tal como está sendo feita hoje no Rio e no Brasil é uma demonstração de total respeito ao povo brasileiro".

Capacidade para 400 atendimentos diários

A Unidade de Pronto Atendimento inaugurada em Nova Iguaçu, é a 8ª da Baixada Fluminense e a 38ª do Estado do Rio. Ela tem capacidade para realizar até 400 atendimentos diários e é equipada para atender a casos de urgência de baixa e média complexidade. A unidade conta com pediatras, socorristas e odontologistas além de um laboratório para realização de exames e salas de raios-x.

"O grande beneficiado vai ser o Hospital Geral Nova Iguaçu [hospital da Posse] com a UPA atendendo casos de média e baixa complexidade. Assim, ele irá funcionar melhor", ressaltou o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, que esteve presente na cerimônia acompanhando o presidente.

Ricardo Stuckert/PR
Presidente Lula e o ministro Temporão visitam a UPA inaugurada em Nova Iguaçu

    Leia tudo sobre: UPALULAPLEITO 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG