Lula exalta as mulheres: 'Não tem essa de sexo frágil'

No Rio Grande do Sul, presidente critica ideia 'machista' de que mulheres não podem exercer as mesmas atividades que os homens

Agência Estado |

selo

Mesmo não estando em campanha para Dilma Rousseff, petista que concorre à Presidência da República, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou as várias manifestações de apoio do público à candidata para dizer que "as mulheres não estão de passagem pelo mundo". Lula afirmou que por muito tempo prevaleceu no País a ideia errônea e "machista" de que as mulheres não tinham capacidade de dar conta das mesmas atividades desempenhadas por homens. "Isso é uma coisa nefasta e sem fundamento. Elas podem governar. Não tem dessa de sexo frágil."

Antes mesmo de discursar na inauguração de obras no campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), na região central gaúcha, o presidente recebeu elogios dos reitores das instituições federais de Pelotas (UFPEL) e do Rio Grande do Sul (UFRGS), além de UFSM. O prefeito da cidade gaúcha onde ocorreu o evento, Cezar Schirmer (PMDB), que poucos meses atrás recebeu o candidato José Serra (PSDB), disse que o governo Lula foi "um dos melhores do País".

    Leia tudo sobre: lulaeleições dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG