Lula e Dilma vão unir agenda para apoiar aliados nos Estados

Presidente prometeu se engajar na eleição dos candidatos da base aliada aos governos estaduais

Agência Estado |

selo

Na reunião com governadores e senadores eleitos no Palácio da Alvorada, no início desta semana, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu se engajar na eleição em segundo turno dos candidatos da base aliada aos governos estatuais. A maioria enfrenta candidatos do PSDB e Lula pretende se empenhar na vitória dos seus aliados.

Essa estratégia começa a ser colocada em prática na próxima semana: está pré-agendado um comício ao lado da candidata do PT, Dilma Rousseff , na próxima segunda-feira, 11, na cidade-satélite de Ceilândia, maior colégio eleitoral do Distrito Federal (DF).

Nesse evento, Lula e Dilma vão pedir votos para o petista Agnelo Queiroz, candidato ao governo do DF, que enfrenta Weslian Roriz (PSC), mulher de Joaquim Roriz, apoiada pelo PSDB de José Serra. Na quarta-feira, 13, Lula e Dilma devem voltar ao palanque, desta vez para reforçar o apoio à campanha da governadora Ana Júlia (PT), do Pará, que enfrenta o tucano Simão Jatene.

A agenda de Dilma da próxima semana ainda não foi fechada porque a coordenação da campanha quer repetir a estratégia do primeiro turno, de "casar" a agenda da candidata com as viagens do presidente Lula. A ideia é que ambos realizem comícios juntos, à noite, nos Estados em que haverá eleição para governador no segundo turno.

Além do DF e do Pará, Lula e Dilma farão comícios para pedir votos para Ronaldo Lessa (PDT), que concorre ao governo de Alagoas, e para Wilson Martins (PSB), que tenta se eleger governador do Piauí. Nos dois Estados, os concorrentes são do PSDB. Lula e Dilma não vão, entretanto, à Paraíba, onde dois aliados se enfrentam: o governador José Maranhão (PMDB), que busca a reeleição, e Ricardo Coutinho (PSB). Também não irão a Roraima, onde o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB), que foi reeleito, apoia a reeleição do governador do PSDB, Anchieta Júnior.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições dilmalula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG