Lula e Dilma juntos no palanque de Wagner na Bahia

Há rumores de que Geddel, ainda que forneça o segundo palanque para Dilma no Estado, não terá apoio tão direto do presidente

Aura Henrique, iG Bahia |

O presidente Lula e sua candidata à sucessão, Dilma Rousseff, estarão em Salvador, nesta quinta-feira (26), para subir no palanque do correligionário Jaques Wagner, candidato à reeleição para o governo da Bahia. Este será o primeiro comício de Lula pró-Wagner na campanha, fazendo ressurgirem os rumores de que Geddel Vieira Lima (PMDB), ainda que forneça o segundo palanque para Dilma no Estado, não terá apoio tão direto do presidente.

O atual cenário político, que apresenta Dilma em confortável dianteira nas pesquisas, faria Wagner lucrar em mais um aspecto. A conjuntura daria a Lula liberdade suficiente para reforçar as posições petistas no País. Na Bahia, por exemplo, o presidente poderia se recusar a dar palanque ao PMDB.

Esta será a primeira participação de Dilma durante a corrida eleitoral na Bahia. "Nossa expectativa é absolutamente otimista", disse Luiz Caetano, coordenador da campanha petista. Já a presença de Lula, segundo Caetano, é o que “torna o comício especial”. Seu discurso reforça a tese do próprio Wagner, de que sua candidatura seria a única genuína porque ele e Dilma são parte do mesmo projeto político de Lula e do PT.

"A vinda de Lula e Dilma só confirma que Wagner é parceiro deles no mesmo projeto político. Os três são aliados históricos que iniciaram a luta juntos", disse Caetano. Ele acredita que este seja o maior comício da campanha estadual deste ano.

A coordenação da campanha de Wagner informou que já mobiliza a militância para o evento, que será realizado às 19 horas, na Praça Castro Alves, no centro da capital baiana. Otto Alencar, candidato a vice, Lídice da Matta e Walter Pinheiro, postulantes ao Senado, compõem a chapa majoritária presente.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG