Líderes municipais exigem candidatura própria em Santa Catarina

Prefeitos e vices confiam em Eduardo Pinho Moreira para negociar alianças, desde que seja como candidato

Gabriel Costa, iG Brasília |

Cerca de 120 prefeitos e vice-prefeitos do PMDB deixaram claro em encontro com o presidente estadual do partido, Eduardo Pinho Moreira, que não querem ver a legenda disputar as eleições de outubro sem candidatura própria. Os líderes municipais confiaram ao pré-candidato total autonomia para negociar acordos visando às eleições. Desde que seja na condição de candidato. A reunião aconteceu na noite de ontem no Hotel Castelmar, em Florianópolis.

“O Eduardo tem autonomia para ser o condutor do processo e para formar alianças. Ele é o candidato e terá nosso total apoio, independente de sua decisão”, afirmou o prefeito de Balneário Camboriú, Edson Piriquito. Moreira, por sua vez, foi diplomático e garantiu aos prefeitos que nada foi definido ainda, mas que até segunda-feira será definido o futuro da tríplice aliança de DEM, PSDB e PMDB.

Antes da reunião, que contou ainda com a presença dos ex-governadores de Santas Catarina Luiz Henrique da Silveira e Paulo Afonso Vieira, Moreira teve, de acordo com o Diário Catarinense, um rápido encontro com o governador Leonel Pavan, pré-candidato tucano à reeleição. Foi a segunda conversa com um integrante da tríplice aliança de DEM, PSDB e PMDB após o encontro do presidente estadual peemedebista com presidenciável Dilma Rousseff, do PT, e o presidente nacional do PMDB, deputado Michel Temer, na segunda-feira à tarde, em Brasília. No mesmo dia, à noite, Moreira conversou com o pré-candidato do Democratas, Raimundo Colombo.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG